Roteiros/Relatos: Eurotrip - Londres

Chegamos lá de trem, Eurostar, por 50,00 Euros, no dia 08 de outubro. Passagem comprada pela internet, com devida antecedência. A viagem dura 2 horas e é bem tranquilo. A estação de saída de Paris é a Gare du Nord e a de chegada, em Londres, é a St. Pancras. Lá já tivemos que trocar nosso dinheiro por Libras e aí você percebe que as coisas vão ficando mais caras... A passagem de metrô para o hostel foi 4,00 Libras (mais de 12 reais!!!). Em Paris, a passagem custa 1,70 Euros e se você comprar 10 tickets de uma vez, passa para 1,20 (tivemos alguns problemas com essas passagens múltiplas, então acho melhor não recomendar).

Piccadilly Circus
A chegada no hostel Piccadilly Backpackers foi tranquila, as indicações do site eram perfeitas e encontramos sem dificuldade. O problema foi quando entramos... Era um prédio de 7 andares, com um elevador que só cabia a gente, com as mochilas. Ficamos, obviamente, no sétimo andar. O lugar parece um colégio interno, com várias portinhas, uma do lado da outra, com banheiro coletivo bem ruizinho e no quarto não tem cortina para escurecer o ambiente. Não tem café da manhã gratuito, as toalhas precisam ser alugadas (2,00 Libras) e a internet (wi-fi ou nos vários computadores disponíveis) é paga (você pega um cartão na recepção e ativa com 1,00 Libra por 30 minutos ou 5,00 para 24horas. Se for usar no iPhone, não descarte seu cartão. Recarregue o mesmo!!! Tive problemas com isso...). Há quartos para até 12 pessoas! O único ponto forte do local – e talvez isso suplante todas as coisas ruins – é a localização. No coração de Londres, há 1 quadra do Piccadilly Cuircus, há poucos passos da estação de metrô de mesmo nome. É como se fosse a Times Square de Londres. Bem parecido... com as luzes, os restaurantes, as casas noturnas, os teatros com os mesmos espetáculos da Broadway, inclusive. Só lemrbando, que no site do hostel, você verá apenas quartos decorados, bacanas... Porém, eles estão todos em apenas um andar. O resto, é bem velho!

Buckinghan Palace
Como chegamos no final da tarde, passamos a noite por ali mesmo. No dia seguinte, encontramos a Rebeca, amiga querida que está morando na Inglaterra há alguns meses e foi nossa guia turística num passeio à pé por Londres. Tivemos a sorte de pegar tempo bom, com sol e temperatura agradável. Nossa primeira parada foi o Buckingham Palace, passando pelo lindo parque St. James. De lá, fomos para o Big Ben, Parlamento, London Eye, Abadia de Westminster, Trafalgar Square e National Galery. Passamos por tudo, sem entrar em nada. Estávamos assustados com os preços.

Jantamos numa lanchonete muito gostosa, pra quem curte comida árabe e vegetariana: o Maoz. Eles servem falafel, no pão pita e você coloca os recheios que quiser. É uma baita refeição! E ainda tem batata frita e limoada com hortelã. A melhor parte: o preço é acessível! Fica pertinho do Piccadilly Circus, meio que no Chinatown.

Hyde Park
St. James Park









No dia seguinte, estávamos bem cansados e fizemos um passeio mais light. Compramos nosso “brunch” no supermercado e comemos sentados na grama do St. James Park. De lá, passamos pelo Green Park, em direção ao Hyde Park. 

Todos são lindos, o céu estava azul, era outono... Perfeito! O Hyde Park é imenso e super interessante, mas o cansaço não nos permitiu ver nem 1/3. O ideal seria passar uma tarde inteira, só passeando por ele.

Pegamos o metrô e fomos para a Tower Bridge e London Tower. De novo, não entramos em nenhuma, só vimos por fora e fotografamos. Muito lindo. Ficamos com vontade de entrar na London Tower, mas iria fechar em 10 minutos. Custa 20,00 Libras por pessoa.

Voltamos rapidinho pro hostel para trocar de roupa e ir ver o Fantasma da Ópera. Eu tinha muitoa vontade de assitir esse musical, desde as últimas vezes que fui pra NYC, mas nunca deu certo. E finalmente pude realizar meu desejo! Foi perfeito!!! Lindo, lindo, lindo! Pagamos 40,00 Libras no ingresso, nesses guichezinhos espalhados pelo Piccadilly Circus. Tem uns bem mais caros. Mas deu pra ver ber onde nos sentamos. O plano era ir ver a London Eye à noite, mas a fome e o cansaço não permitiram. Fica pra próxima!

No último dia em Londres resolvemos ir pra Oxford Street pra fazer umas comprinhas. É um shopping a céu aberto, com todas as marcas conhecidas e várias desconhecidas de nós brasileiros. Acabamos parando na Primark, onde tem roupa muuuuuito barata, mas de qualidade mais ou menos. Se tiver tempo e paciência pra aturar a multidão, pode-se encontrar coisas bem bacanas. Comprei cachecol, lenço, pijamas de frio, blusinhas de frio, etc. Eu não estava no dia da paciência...e nem tínhamos muito tempo.

 Almoçamos kebab na rua (me decepcionei!!! Os de Brasília são infinitamente melhores. A carne que eles usam é processada. Parece um salame de cordeiro) e compramos uns cookies muito cheirosos e deliciosos que eu recomendo: Ben’s Cookies. O dia já chegava ao fim e era de hora de ir pro aeroporto.

Saí de Londres com a seguinte sensação: amostra grátis! Preciso voltar e pagar pra entrar no lugar e experienciar melhor a cidade, que é incrível. Engraçado pensar que realizei meu sonho de adolescência de conhecê-la, mas numa velocidade que mal pude aproveitar e me dar conta de que o sonho já era realidade. Com certeza merece uma segunda visita, com extensão para o interior e países vizinhos (Escócia, Irlanda, etc).

(As demais fotos dessa postagem foram removidas pelo Blogger. Um hora tomo tempo e volto a colocá-las)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Roteiros: Sul da França - parte 3: Calanques de Cassis (TUDO que você precisa saber para chegar no paraíso)

Cheesecake PERFEITO

Roteiro: Fernando de Noronha 4 dias e 3 noites