Nova Iorque em 3 partes - Parte 1: Passeios

Passear em Nova Iorque é o que há! Só de andar pelas ruas, vendo aqueles prédios altíssimos ou os mais baixos, típicos das áreas residenciais, identificando os famosos (Empire States, Chrysler Building, etc), já é um prato cheio pra quem gosta da cidade, de arquitetura, pra quem vê muito filme. Fiz um resumo de lugares que conheço (e outros que ficaram na minha lista, mas não tive tempo de visitar) e acho imperdíveis. 
Todos os lugares que eu citar têm seus sites próprios e você pode (e deve) pesquisar o endereço certinho pra não ficar perdendo tempo. Eu já imprimo até os mapas dos lugares que quero ir e colo num caderno, anoto as estações de metrô pra facilitar...

Top of The Rock, que é o observatório em cima do Rockfeller Center, que dá pra ver a cidade toda. Custa 20 U$ por pessoa. Eu acho bem mais bacana que o Empire States. Se tiver que escolher um, escolha esse, sem dúvida, por dois motivos principais: a) ele é cercado de vidro, então a visão é sem obstáculos e linda, enquanto o Empire States é cercado por uma grade, que além de atrapalhar um pouco a visão, prejudica as fotos; b) de lá se vê o Empire States e pode-se tirar lindas fotos com ele de fundo, além de ficar mais perto do central Park, dando mais oportunidade de boas fotos. Mas se tiverem tempo, vá nos dois.
Central Park: reserve pelo menos uma tarde inteira pra andar por ele. Vale a pena e rende lindas fotos! Existem várias formas de conhecê-lo, desde as clássicas carruagens com aqueles cavalos enormes e lindos, até aluguel de bicicleta, ou um carrinho puxado por uma bicicleta e é claro, a pé. Mas esteja bem disposto porque o parque é gigantesco e cheio de labirintos. Se for no inverno, tem pista de patinação no gelo que tem uma fila enorme, mas anda rápido. Me arrependo demais por não ter patinado lá. O parque tem até um castelo, mas nunca consegui chegar lá. Na entrada do West Side, tem o Columbus Circle, que é um shopping (um dos poucos de Manhattan) e tem uma vista linda de uma parte do parque, de uma fonte dourada que tem na frente. Rende lindas fotos. 
Battery Park: é lindo!!! fica na beira do Rio Hudson, é de onde saem os barcos pra Elis Island (onde fica a estátua da Liberdade) ou Staten Island. Esse segundo barco é de graça. Ele passa realtivamente perto da estátua e chega até o outro lado. Aí vc volta e pronto. Se não estiver um dia bonito, como foi nosso caso, acho que não compensa ir à Elis Island, onde, de fato, a estátua. Vc paga 11 dólares, se não me engano e enfrenta uma boa fila... O outro não tem fila.
Bryant Park:  não tivemos tempo de ir, só passamo perto. É um parque pequeno, mas uma gracinha, que fica atrás da biblioteca municipal que é linda, mas estava reformando e não pudemos conhecer por dentro. Perto dali, fica a Grand Central Station, que eu só passei de metô, mas não desci. Mas queria muito ter conhecido. É cenário de várias cenas de filmes, é a mais antiga e grandiosa da cidade.
- Financial District e Wall Street: É interessante, os prédios são antigos e é bem movimentado durante a semana. De lá, se vai a pé até o próximo local da lista.
Pier 17: é um shopping que fica na área portuária que é bem bacana e tem uma vista linda da Brooklyn Bridge. Tem poucas lojas, mas tem Victoria´s Secret e uma praça de alimentação variada e com opções gostosas (nenhum restaurante conhecido).
- Brooklyn Bridge: É uma das muitas pontes que ligam a ilha de Manhattan ao continente. É linda, mas bem longa. Dá pra pegar o metrô até o Brooklyn e voltar a pé pra não cansar tanto.
- Museus: eu recomendo o Metropolitan (arte) ou o de História Natural, depende do interesse de vcs. Ambos ficam ao lado do Central Park, mas em lados opostos. Lá não tem igresso fixo. Vc dá qto vc quiser, como uma doação. Tem gente que dá 1 dólar, por exemplo (mas é meio mal visto). Nós pagamos 5 dólares por pessoa. Mas NYC tem mais de 130 museus e vc vai ter milhares de opçãoes, incluindo o Madame Toussaud, que é aquele de cera (esse paga U$ 35,50, porque é privado).
Show da Broadway: aconselho a comprar pela internet, mesmo que seja mais caro para não ter que perder tempo na fila do TKTS ("quisosque" na Times Square que vendo os ingressos mais baratos), que são bem longas.
City Tour de ônibus panorâmico: é sério! Vale muito a pena, principalmente se você entender inglês. Eles passam por todos os bairros de Manhattan e por todos os pontos turísticos. Vale mesmo que vc não consiga fazer o passeio todo. Os ingressos custam 54 U$ (mas tem aquele esquema de pedir um desconto e o cara pode te arrumar ingressos com vencimento menor que o pazo normal e mais baratos) e os passeios duram 48h (Gray Line) ou 72h (City Sights), que são as duas empresas que fazem. Ou seja, durante esse período, vc pode entrar e sair do ônibus quantas vezes quiser. Vc vai ver muitos deles pelas ruas e nos pontos principais da cidade tem os carinhas vendendo (Times Square, Herald´s Square, Pier 17, Central Park, etc). Priorize os passeios para Downtown e Midtown. Faça o Uptown  só se tiver tempo, pois é o menos interessante pra quem está indo a primeira vez. Vc pode usar isso como meio de transporte, pq pode descer e subir qts vezes quiser.
Transporte: tem um passe de 7 dias do metro por 27 U$. Vale muito a pena se seu hotel for ao lado de uma estação, como era o nosso ou se for ficar pelo menos 5 dias. Se não for, compensa andar de taxi ou comprar tickets avulsos para o metrô, principalmente se tiver com quem dividir a corrida.

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Roteiros: Sul da França - parte 3: Calanques de Cassis (TUDO que você precisa saber para chegar no paraíso)

Cheesecake PERFEITO

Receitas: Torta Gabi Yuassa (negresco com chocolate e frutas vermelhas)