Férias Brasileiras - Nordeste Parte 2 (Arraial d'Ajuda-BA e arredores)


Praia do Mucugê (em frente à pousada)
Praia do Mucugê
Esse é o segundo destino sobre o qual eu não falei no ano passado, mas que não posso deixar passar. 
Há muito tempo que eu queria fazer um post sobre Arraial d'Ajuda, mesmo sem ter ido tão recente e agora que voltei, é mais um motivo para escrever. Desde a primeira vez, em janeiro de 1995, voltei outras 4 vezes, então eu posso dizer que conheço bem o lugar. E já aviso que o post vai ser longo... :-)
Arraial tem seus encantos e vantagens. É uma viagem barata, já que é o destino famoso do Nordeste mais próximo do Centro-Sul do país. É possível achar passagens muito baratas para Porto Seguro fora de temporada, caso queira ir por conta, ou mesmo pacotes pela CVC. Outra vantagens são o clima agradável, com pouca chuva (a não ser no meio do ano, que é a estação chuvosa) e o mar verde, calmo e quentinho.
Dessa vez, fomos em setembro (2012) pela CVC. Para chegar até lá, pega-se um vôo direto de São Paulo para Porto Seguro e de lá, pegamos um transfer da própria CVC até a pousada (você tem que atravessar uma balsa). 

Pousada Enseada dos Corais
Arraial d'Ajuda é um distrito de Porto Seguro e pode ser divida em duas partes: as praias e a vila, em cima do morro. Nas praias estão parte das pousadas e na vila estão os restaurantes, o restante das pousadas, lojas, mercados, casas dos munícipes, praça, igreja, etc. Escolhemos uma pousada na praia do Mucugê, dessas que é só abrir a porta e pisar na areia, de frente para o mar. 
Enseada dos Corais tem sua estrutura de praia, com cadeiras e guarda-sol para os hóspedes e há várias barracas ao lado, com a mesma estrutura, bem como restaurantes. Tem uma piscina bem boa, pra quem não quiser tomar banho de mar. A pousada era boa, porém o banheiro era muito pequeno e o café da manhã era ok, nada de mais! Do restante, não posso reclamar. Se você tiver a sorte pegar um quarto na parte cima, com vista para o mar, você esquecerá do tamanho do banheiro.
O incoveniente de ficar numa pousada na praia é ter que subir para a vila para jantar e curtir a noite. Isso pode ser feito à pé ou com vans ou taxi. No nosso caso, fomos à pé todos os dias (era uma ladeira bem íngrime, mas a caminhada não levava mais que 10-15 minutos). Se você ficar numa pousada na vila, terá que descer para ir à praia e depois subir pra voltar à pousada... Nas praias do Apaga-Fogo e Araçaípe não dá pra ir à pé para a vila, pois é longe. Você terá que pegar uma van ou ônibus municipal.

Noite no Arraial
A noite na vila é muito gostosa. Há vários restaurantes, com todo tipo de cardápio - e de preço -, desde os tradicionais de comida baiana, peixe, até autênticas churrascarias argentinas (sim! tem muito argentino por lá... visitando, morando, etc). São tantos lugares que mesmo tendo ido várias vezes para lá, tem restaurantes famosos que nunca fui. Vou indicar os que eu conheço e gosto. Certamente há muitos outros para experimentar - mais um motivo para voltar... 
Não deixe de ir:
Restaurante Portinha: o de Arraial foi reinaugurado recentemente. É comida de fogão a lenha deliciosa, bem variada, à quilo no almoço e preço fixo de pratos prontos no jantar. As sobremesas são maravilhosas (deixe um espacinho...) e além de Arraial, você vai encontrá-lo em Porto Seguro, bem perto da chegada da balsa e no Quadrado de Trancoso (falarei mais sobre esse lugar à frente). 
Restaurante do Paulo Pescador: um dos mais tradicionais, serve pratos prontos de peixe, carne e frango. Hoje em dia, tem até massa. Mas o forte mesmo é o peixe! O Paulo e a sua esposa são super simpáticos e sabem tudo sobre Arraial. Não deixe de ir!!!
Pizzaria Arraial (podrinha, mas uma delícia!)
Tem uma pizzaria que eu até tirei foto para você não ter dúvida, pois o lugar não é muito bonito, mas a pizza é excelente e barata. É o Restaurante e Pizzaria Arraial. Fica entre a descida para o Mucugê e a Broduei (sim, escreve desse jeito! é uma rua de comércio, onde não passa carro, bem famosa), em frente a um pequeno cemitério de muro azul, na praça. 
Tapioca do Luciano é outra dica imperdível. É uma barraquinha que fica na praça central de Arraial, pertinho dessa pizzaria, e funciona (quase) todas as noite.
O bolinho de aipim da Praia do Mucugê é bem famoso e uma delícia também.
Um lugar que conheci dessa vez e recomendo é o Forchetta. É uma casa de massas frescas, de fabricação própria. Comemos uma lasanha que eles preparam do jeito que você pedir e saiu super em conta (R$ 26,00 para duas pessoas). Bem gostoso! Fica na descida da estrada do Mucugê, quase chegando no shopping.
Além disso, toda noite tem música ao vivo no Morocha, que é um bar bem legal. Cada noite é um estilo. Lá tem pizza, comida mexicana, hamburger, etc. Não é barato.
Morocha Club
Na temporada, as barracas da praia fazem lual. Quando fomos, só as famosas barracas de Porto Seguro (Axé Moi, Tôa Tôa, etc) tinham programação noturna, mas atenção! Não vá nessas baladas de Porto Seguro. Não vale a pena... É vazio, só tem adolescente, dá até depressão... As barracas são muito grandes, pois na temporada costumam ficar lotadas, mas fora de temporada é furada! E ficam longe do centro, você tem que pegar taxi e os motoristas são malucos. 
Aliás, ir à Porto Seguro é meio que dispensável. Vale dar uma passada na Passarela do Álcool, porque é algo bem tradicional, mas nada além disso.
Toda sexta à noite rola uma balada na Ilha dos Aquarios, onde há uma palestra sobre a fauna local e depois acontece a festa nesse lugar super legal. Eu nunca fui, mas quem foi recomenda bastante.

Praia da Pitinga (à tarde)
Mas e as praias??? Afinal, é para isso que você você quer ir à Bahia, certo? Vamos a elas!!!
Praia da Pitinga (vista do alto da Falésia)
Em Arraial há várias praias lindas, mas sem dúvida nenhuma, a mais linda e agradável é a Pitinga. Para chegar lá, você terá que caminhar de 30 a 60 minutos pela praia, dependendo de onde você partiu (do Mucugê são 30 minutos) ou pegar uma van. Lá tem o melhor banho de mar, pois não é uma piscina, mas não chega a ser tão agitado. Ideal pra quem gosta de pegar jacaré. Há várias barracas com estrutura muito boa, música ao vivo, almoço, sombra, chuveiro de água doce, etc. Fora da temporada não havia consumação mínima, contanto que você consumisse algo. De lá se veem as falésias da praia do Taípe, que já é bem mais deserta, mas igualmente bonita. Dá pra ir lá todos os dias, se você quiser, sem enjoar!
Peixe na Telha da Barraca Maré
eu recomendo a barraca Maré, que é a primeira da praia da Pitinga. Se for almoçar lá, peça o peixe inteiro assado na telha. Gente! Sério... um dos melhores que eu já comi na vida!!!

Sobre os passeios que vão te oferecer...Há muitos passeios! Desde praias, até mergulho, contemplação de baleias, etc. Dá pra ir cada dia pra um lugar. Aí cabe a você decidir o que quer: ficar de boa, descansando, pagando só pra comer ou gastando uma boa grana em cada passeio, acordando cedo e conhecendo vários lugares.
Vou falar sobre os dois principais para quem está em Arraial: Trancoso e Praia do Espelho. 

Trancoso fica cerca de 24km de Arraial, por uma estrada boa. Minha dica é que você pegue uma van municipal que passa na praça da igreja várias vezes ao dia e custa R$ 3,00. A van te deixará na praia de Trancoso e ela sai de lá também, mas fora da temporada a útlima sai às 15h, o que é meio cedo. Aí você pode cainhar até o Quadrado, que leva uns 15-20 minutos (subindo), aproveitar a vista linda lá de cima e o clima incrível do lugar. 

O Quadrado é na verdade um retângulo de grama, com casa coloridas em volta e uma igrejinha branca no fundo. É muito lindo!!! Meu sonho é ficar lá até o anoitecer um dia... Deve ser mais lindo ainda. Ou quem sabe, ficar hospedada por lá. Há várias pousadas ali, bem como casas de gente famosa. As praias de Trancoso são muito bonitas! Não deixe de ir. Pra voltar pra Arraial, tem ônibus de linha. Acho que o último sai às 18 ou 19 horas. É só perguntar para as pessoas na rua ou na praia que eles informam direitinho. 


As agências de turismo não oferecem passeio só pra Trancoso, mas quase todos os passeios incluem o Quadrado, só que você não vai conhecer as praias.


OBS: não tenho fotos da praia de Trancoso pois esquecemos o cartão de memória no dia! Sorte que tínhamos ido outro dia no Quadrado para fotografar.




Praia do Espelho

Pousada de passar o dia no Espelho
Praia do Espelho. Fica depois de Trancoso, por uma estrada ruim. Já fui duas vezes, uma de carro, chegando à tarde e dessa vez, fomos com a van da agência de turismo, chegando de manhã. É bonito, mas não vale a pena. Eles cobram caro e te vendem uma idéia que não existe. O tal do efeito espelho só ocorre em noite de luar, e de dia é uma praia como as outras. Ficamos numa estrutura de uma pousada muito gostosa, sob a sombra das amendoeiras, bem frequentes naquela parte do litoral, em cadeiras com almofadas coloridas... Foi ótimo! Mas não faria de novo. O acesso é ruim, a comida era bem cara, é longe e cansativo. 
Praia do Espelho (rio com o mar)
Mais longe ainda fica Caraíva, que é uma vila de pescadores, com acesso ruim, mas que é muito lindo. Tem o encontro do rio com o mar, praias lindas e é bem rústico. Mas só recomendo se você tiver tempo ou não for sua primeira vez.
Voltando à Arraial, não deixe de ver a vista linda que tem atrás da Igreja. Lá de cima pode-se ver um mar de coqueiros e boa parte das praias. Rende boas fotos.


O resumo de tudo é que Arraial d'Ajuda definitivamente deixa saudades e a vontade de voltar!

Vista de trás da Igreja de Arraial d'Ajuda














Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Roteiros: Sul da França - parte 3: Calanques de Cassis (TUDO que você precisa saber para chegar no paraíso)

Cheesecake PERFEITO

Roteiro: Fernando de Noronha 4 dias e 3 noites